31.12.08

Mandingas de Ano Novo



Não é por acaso que a Igreja Universal do Reino de Deus consegue fisgar tantos incautos, a maioria do povo é supersticiosa. E quando se trata de “mandingas” de Revellion a criatividade é ilimitada: banho de cheiro, sete ervas, arruda, boas energias das cores e dos rituais, sorte da semente da romã, comer doze uvas, lentilha, usar sal grosso, pular com o pé direito, pular ondinhas, oferendas no mar, usar roupas íntimas com determinadas cores durante a virada do ano, enfim, a busca de energia positiva, desfazer mal olhado, conquistar saúde, paz, bons fluidos, bons relacionamentos, dinheiro, emprego. Simpatias e rituais na passagem de ano não faltam.

O que os “mandingueiros” de Revellion buscam? Sem medo de errar: saúde, paz, amor, união e prosperidade. Este é exatamente o ponto fraco das pessoas onde a IURD mais ataca. A Universal é uma grande praia de Copacabana travestida de igreja evangélica paganizada. Mudam os objetos de rituais, mas a idéia é quase a mesma:

Rosa abençoada, pedras do Sinai, pão de Israel, água do rio Jordão, cajado da vitória, pedra de David, corrente da vitória, manto sagrado, azeite orado, galho de arruda, sal grosso, sabonete do descarrego, pastores vestidos de branco, etc.

De acordo com a pajelança iurdiana todos os objetos usados em rituais representam apenas um “ponto de contato”, a função é despertar a fé.

Suas promessas: proteção divina contra inveja, olho grande, bruxarias, desemprego, acidentes, separação, falência, desavenças, brigas, vícios, medo, dores, insônia, doenças, desânimo, nervosismo, e por aí vai.

Líderes da IURD promovem rituais dos mais diversos tipos*:

Nó em camisa:
A pessoa leva uma camisa, virada do avesso e com um nó, pertencente a ela ou à pessoa que receberá oração e a entrega ao pastor.
Essa camisa representa a vida virada do avesso, com um nó, um impecilho para o crescimento.

Os pastores, ao final do culto, desfazem o nó da camisa, afirmando que todos os empecilhos cairão por terra naquele momento porque o nó foi desfeito.

Fogueira Santa de Israel:
Esse ritual é velho conhecido do grande público.
Duas vezes ao ano - janeiro e junho - acontece o FSI. Cada pessoa deixa o seu pedido para ser levado à Israel e ser queimado junto com todos os outros milhares de pedidos numa grande fogueira em algum ponto histórico da terra santa, como Monte Sinai, entre outros.

Porém o pedido não é gratuito. É pregado que junto com o pedido deve haver uma oferta, um verdadeiro sacríficio que pese no bolso. É aconselhado vender um carro, ou esvaziar a poupança a fim de que doa no bolso e se mostre como sacrifício para Deus.

Assim, com o seu sacrifício, Deus vai se agradar e te abençoar grandiosamente.

Corrente dos revoltados:
“Nasci revoltado, sou revoltado, e vou sacrificar”. Esse é o lema da corrente, que visa expulsar encostos que supostamente perseguem certas pessoas, as tornando revoltadas com a vida e com a igreja.
Distribuem pulseiras e camisetas pretas escritas “sou revoltado” aos participantes, que geralmente são jovens.

Sessão descarrego:
Outro velho conhecido do grande público. Um culto semanal que visa a expulsão de encostos que estejam a amaldiçoar e amarrar a vida dos fiéis.
São orações, ministrações e, atualmente, tem sido também feito o banho do descarrego; uma essência de arruda, com outros seis elementos para jogar sobre a cabeça.

Mural da sagrada família:
Um enorme mural no qual você pendura a foto de sua família ou de seu parente que precisa de libertação. Pastores estarão orando sobre essas fotos para que maldições caiam por terra.

Antes de pular sete ondinhas vá até uma IURD e pule sete ladrões, quem sabe seu ano não será melhor!

Fonte: *Papo de Teólogo

O Rei Domina 2009!


A cada ano novo nós fazemos resoluções para sermos uma pessoa melhor no ano que temos pela frente. Reconhecemos que em muitos sentidos temos sidos pequenos e mesquinhos como pessoas, principalmente em nossas relações com outras pessoas, amigos e familiares. Ou talvez as nossas resoluções tenham a ver com o livrar-nos de certos vícios que tem nos prejudicado, e aos outros. Porém não importa qual seja a razão, desejamos ser melhores pessoas e assim é que resolvemos fazer. Mas não poderemos fazer sem compreendermos que resoluções implicam em renúncias ou mudanças de algumas coisas em nossas vidas. Quaisquer que sejam suas resoluções que esteja determinado a realizá-las, comece com a esperança que prevalecerá, mas não sem o auxílio de Deus.


Se o SENHOR Deus não edificar a casa, não adianta nada trabalhar para construí-la. Se o SENHOR não proteger a cidade, não adianta nada os guardas ficarem vigiando. Não adianta trabalhar demais para ganhar o pão, levantando cedo e deitando tarde, pois é Deus quem dá o sustento aos que ele ama, mesmo quando estão dormindo. (Sl 127.1,2)


Àqueles que dizem “nenhum reino sem um rei, dizemos “O Rei já chegou!”.

Feliz 2009 aos amigos e irmãos!

30.12.08

1 Segundo Extra!

Você sabia que o último minuto das 21 horas de 31 de dezembro terá 61 segundos? Pois é, as autoridades que controlam a hora mundial decidiram que 2008 terá um segundo extra. “O ajuste é necessário para colocar o tempo atômico de acordo com a rotação da Terra, que não é uniforme”, explica o chefe da Divisão de Serviço da Hora do Observatório Nacional, Ricardo Carvalho.

A hora oficial em todo o mundo é controlada, desde 1967, por relógios atômicos, que usam como base não os movimentos do planeta ou do Sol, mas os ciclos da radiação de certos átomos. A definição oficial de segundo é o do tempo consumido em 9.192.631.770 oscilações da radiação característica de um átomo de césio 133.

“O objetivo é manter a diferença entre o tempo atômico e o tempo da rotação em menos de um segundo”. Até hoje, foram acrescentados 23 segundos aos relógios atômicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Algumas reflexões bíblicas sobre o tempo:

Jó 14:1 O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquietação.


Jó 39:1 Sabes tu o tempo em que as cabras monteses têm os filhos ou cuidaste das corças quando dão suas crias?

Jó 39:2 Podes contar os meses que cumprem? Ou sabes o tempo do seu parto?

Salmos 32:6 Sendo assim, todo homem piedoso te fará súplicas em tempo de poder encontrar-te. Com efeito, quando transbordarem muitas águas, não o atingirão.

Salmos 37:10 Mais um pouco de tempo, e já não existirá o ímpio; procurarás o seu lugar e não o acharás.

Salmos 104:5 Lançaste os fundamentos da terra, para que ela não vacile em tempo nenhum.

Salmos 104:19 Fez a lua para marcar o tempo; o sol conhece a hora do seu ocaso.

Salmos 106:3 Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo.

Salmos 119:126 Já é tempo, SENHOR, para intervires, pois a tua lei está sendo violada.

Provérbios 17:17 Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão.

Eclesiastes 3:1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.

Eclesiastes 3:17 Então, disse comigo: Deus julgará o justo e o perverso; pois há tempo para todo propósito e para toda obra.

Eclesiastes 9:11 Vi ainda debaixo do sol que não é dos ligeiros o prêmio, nem dos valentes, a vitória, nem tampouco dos sábios, o pão, nem ainda dos prudentes, a riqueza, nem dos inteligentes, o favor; porém tudo depende do tempo e do acaso.

Fonte: Diário do Grande ABC e JC Online

29.12.08

Ganância


A ganância pelo lucro não é nada menos do que a deificação do eu, e, se nossa mente estiver fixada em acumular riquezas, tornamo-nos idólatras.
J. Blanchard



Enquanto os outros vícios envelhecem à medida que o homem avança em anos, a avareza é o único que rejuvenesce.
Jerônimo



A avareza cresce com a pilha de dinheiro.
Juvenal

27.12.08

Israel vs Palestina - Gênesis 16.12


A Retrospectiva 2008 mal acabou, transmitida pela rede Globo dia 26/12, faltando cinco dias para terminar o ano, e acontece a maior ofensiva de Israel sobre território palestino dos últimos tempos, centenas de mortos e milhares de feridos na faixa de Gaza. Nem deu tempo de mostrar o que aconteceu de mais importante no ano.

O que aconteceu de modo resumido foi que, o grupo radical islâmico Hamas passou dias e dias lançando foguetes sobre Israel, e Israel avisando que ia atacar com seu poderoso arsenal bélico. O Hamas como é movido a sangue e violência provocou Israel até receber um banho de sangue. Caças F-16 israelenses (semelhantes ao da imagem acima) lançaram cerca de 30 mísseis contra a faixa de Gaza sobre alvos do Hamas, porém o Hamas mistura-se a população civil que é bem numerosa e o espaço é pequeno. Resultado? Um monte de gente inocente acaba pagando o preço. Certamente as bases reconhecidas do Hamas viraram poeira, mas a comunidade internacional condenou o uso de tamanha força. E os atentados suicidas irão pipocar durante os anos que virão.

As TVs do Hamas filmaram só prédios residenciais destruídos e pessoas inocentes mortas, enquanto Israel mostrou que o ataque provocou grandes baixas no Hamas e que isso é vital para segurança do Estado.

Bom, não pretendo noticiar mais do que as agências já fizeram (quem quiser conferir):

Notícia 1
Notícia 2
Notícia 3
Notícia 4

Uma questão que vem à tona sempre que se reacende o conflito israel-palestina é: por que tanta briga por um monte de pedras?

A ONU enxerga nesse conflito perdas de inocentes, mulheres e crianças, mas para quem milita no território há muito mais do que pedras e gente, há o conceito de “terra prometida” em jogo. Essa é uma forma de enxergar o conflito. Por mais que o Estado moderno de Israel esteja muito distante do Israel bíblico, este vinculo não desgruda.

Salmos 122:6 diz: “Orai pela paz de Jerusalém!”, quando penso neste versículo me vem a mente que a paz mundial em grande parte depende da paz em Jerusalém, pois lá encontra-se dois troncos de povos e três grandes religiões. O que motiva o terrorismo na Europa, na Ásia menor e na América do Norte senão o islamismo radical? Mas este é outro assunto. Voltemos a questão: por que tanto ódio entre povos irmãos e vizinhos?

Pra começar esta história Abrão recebeu uma promessa que seria o inicio de uma nação:
Gn 12:
1 Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;
2 de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!
3 Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Abrão então partiu rumo a esta terra:

4 Partiu, pois, Abrão, como lho ordenara o SENHOR, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos quando saiu de Harã.
5 Levou Abrão consigo a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as pessoas que lhes acresceram em Harã. Partiram para a terra de Canaã; e lá chegaram.
6 Atravessou Abrão a terra até Siquém, até ao carvalho de Moré. Nesse tempo os cananeus habitavam essa terra.
7 Apareceu o SENHOR a Abrão e lhe disse: Darei à tua descendência esta terra.

Abrão e seu sobrinho Ló se desentenderam e optaram se separar:
Gn 13:
2 Era Abrão muito rico; possuía gado, prata e ouro.
3 Fez as suas jornadas do Neguebe até Betel, até ao lugar onde primeiro estivera a sua tenda, entre Betel e Ai,
4 até ao lugar do altar, que outrora tinha feito; e aí Abrão invocou o nome do SENHOR.
5 Ló, que ia com Abrão, também tinha rebanhos, gado e tendas.
6 E a terra não podia sustentá-los, para que habitassem juntos, porque eram muitos os seus bens; de sorte que não podiam habitar um na companhia do outro.
7 Houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló. Nesse tempo os cananeus e os ferezeus habitavam essa terra.
8 Disse Abrão a Ló: Não haja contenda entre mim e ti e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos parentes chegados.
9 Acaso, não está diante de ti toda a terra? Peço-te que te apartes de mim; se fores para a esquerda, irei para a direita; se fores para a direita, irei para a esquerda.

Resultado:

11 Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro.
12 Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma.

Depois que Ló partiu:

14 Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente;
15 porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre.
16 Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência.

Baseado neste relato bíblico, de quem é a terra de canaã?

Mas Abrão não tinha descendentes e sua esposa estava idosa e estéril! Então sua esposa Sarai ofereceu a sua escrava egípcia para que gerasse um filho. Abrão já estava muito tempo naquelas terras e nada de filhos (Gn 16):

1 Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos; tendo, porém, uma serva egípcia, por nome Agar,
2 disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me edificarei com filhos por meio dela. E Abrão anuiu ao conselho de Sarai.
3 Então, Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar, egípcia, sua serva, e deu-a por mulher a Abrão, seu marido, depois de ter ele habitado por dez anos na terra de Canaã.

O relato diz:
Gn 16:
4 Ele a possuiu, e ela concebeu.

Quando a serva Agar engravidou desprezou Sarai. Sarai em contrapartida cria uma situação que expulsa Agar grávida para morrer no deserto. Mas há uma promessa para Agar (Gn 16):

7 Tendo-a achado o Anjo do SENHOR junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur,
8 disse-lhe: Agar, serva de Sarai, donde vens e para onde vais? Ela respondeu: Fujo da presença de Sarai, minha senhora.
9 Então, lhe disse o Anjo do SENHOR: Volta para a tua senhora e humilha-te sob suas mãos.
10 Disse-lhe mais o Anjo do SENHOR: Multiplicarei sobremodo a tua descendência, de maneira que, por numerosa, não será contada.
11 Disse-lhe ainda o Anjo do SENHOR: Concebeste e darás à luz um filho, a quem chamarás Ismael, porque o SENHOR te acudiu na tua aflição.
12 Ele será, entre os homens, como um jumento selvagem; a sua mão será contra todos, e a mão de todos, contra ele; e habitará fronteiro a todos os seus irmãos.

Observem bem este verso 12: este filho será contra todos e todos contra ele, e morará fronteiro a todos os seus irmãos. Aí está a gênese do conflito PALESTINA-ISRAEL, os descendentes de Agar com Abrão e os descendentes de Sarai com Abrão. Ismael (filho de Abrão com Agar) é o patriarca juntamente com Abrão dos palestinos e mulçumanos palestinos e Isaque (filho de Abrão com Sarai) é juntamente com Abrão o patriarca dos judeus.

Muita coisa aconteceu depois desses relatos, por várias vezes Israel foi forçado a deixar sua terra sempre retornando e encontrando novos vizinhos não amistosos.

O que salta aos olhos é que a Palavra de Deus, tão contestada pelos sábios deste mundo, não falha! O que Ela diz está dito! Acreditem ou deixem de acreditar!

O certo é que está escrito sobre o precursor dos palestinos mulçumanos:

Ele será, entre os homens, como um jumento selvagem; a sua mão será contra todos, e a mão de todos, contra ele; e habitará fronteiro a todos os seus irmãos.

Quando alguém duvidar do que Israel é capaz de fazer para permanecer nesta terra tão disputada, saiba que na mente do judeu há esta promessa bíblica:

Gn 17:
7 Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua, para ser o teu Deus e da tua descendência.
8 Dar-te-ei e à tua descendência a terra das tuas peregrinações, toda a terra de Canaã, em possessão perpétua, e serei o seu Deus.

Ou seja:
Eu serei para sempre o Deus de você e o Deus dos seus descendentes. Darei a você e a eles a terra onde você está morando como estrangeiro. Toda a terra de Canaã será para sempre dos seus descendentes, e eu serei o Deus deles.

O judeu menos ortodoxo, como um Luciano Huck da vida, que faz até homenagem a Iemanjá, sabe disso!


Caso queira saber mais sobre esta história primordial leia ENTENDENDO O CONFLITO NA PALESTINA

Imagens: Base policial do Hamas destruída após bombardeio de Israel, em Gaza. (fonte: Reuters); Caça norte-americano F-16 usado pelos israelenses no ataque.

25.12.08

Respostas

A ciência encontra mais depressa remédios que respostas
Jean Rostand

24.12.08

Viva a Hipocrisia!


Durante os primeiros dias da Reforma algumas localidades reformadas observavam só o Domingo. Todos os dias especiais sancionados e reverenciados por Roma foram postos de lado. Tanto Zwinglio como Calvino encorajaram a rejeição de todos os dias festivos eclesiásticos. Em Genebra todos os dias especiais foram descontinuados assim que a Reforma consolidou-se naquela cidade. Já antes da chegada de Calvino em Genebra isso tinha sido feito sob a liderança de Farel e Viret. E Calvino concordou veementemente. Também Knox, o reformador da Escócia, compartilhou destas mesmas convicções, ele que foi um discípulo de Calvino em Genebra. Por conseguinte as igrejas escocesas também proibiram os dias sagrados romanos.
Idzerd Van Dellen e Martin Monsma no livro “Comentário de Ordem na Igreja” (The Church Order Commentary - Zondervan, 1941). Sob o título de "A Posição Original das Igrejas Reformadas quanto a Dias Especiais"

Curiosamente o Natal é abraçado pela maioria dos cristãos de todas as alas enquanto o Dia do Senhor é jogado na lama por esta mesma maioria! Viva o novo farisaismo! A simplicidade do cristianismo foi rapinada pelo sistema do mundo!

CTRL + ALT + DEL = Arminianismo


Saiba mais sobre a heresia arminiana clicando aqui.

23.12.08

Ponto pra Bento 16!

"Salvar a humanidade do comportamento homossexual ou transexual é tão importante quanto salvar as florestas da destruição".

Papa disse que salvar a humanidade é proteger o heterossexualismo e que proteger o mundo do homossexualismo é tão importante quanto salvar a natureza! Ponto pra Bento!

Segundo o Movimento Gay e Lésbico Cristão da Grã-Bretanha, os comentários do pontífice foram “irresponsáveis e inaceitáveis”. -- Peraí! Movimento Gay e Lésbico Cristão?! Será que não tem algo contraditório neste movimento? Muito provavelmente esse movimento não lê a Bíblia quando diz:

1 Coríntios 6:9 Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas.

1 Timóteo 1:10 impuros, sodomitas, raptores de homens, mentirosos, perjuros e para tudo quanto se opõe à sã doutrina.

Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.
Rm 1.26,27.


Fonte: BBC Brasil

Feliz Natal Calvinista!

Confira no chargesprotestantes os novos posts especiais "Feliz Natal Calvinista!"

22.12.08

Bíblia em Forma de Revista – Bíblia Pop

Capa da revista


Revista na Banca

Em matéria exibida pelo Fantástico dia 21/12, a senhora Globo anuncia mais uma obra "bíblica". Depois de Cid Moreira e a Bíblia em formato de Gibi (mangá), chega às bancas e às livrarias a Bíblia em forma de revista. O diretor de fotografia Walter Carvalho produziu as imagens e Rodrigo Santoro leu os textos sagrados. A idéia de Walter Carvalho é sair pelas ruas brasileiras e captar cenas do povo que lembrem passagens da Bíblia. Essa idéia já é usada na Europa e EUA, berços do protestantismo, hoje de portas escancaradas ao ecumenismo nocivo.

Hoje você poderá encontrar a “bíblia” revista em meio a revistas de moda, variedades, fofocas e sexo. O coordenador do projeto esclarece que o objetivo é alcançar quem ainda não tem bíblia – há sempre uma desculpa “nobre” para lucrar e tentar minar o Evangelho.

As escrituras sagradas foram divididas em colunas, como em uma revista e são acompanhadas por grandes fotos artísticas. O Apocalipse é ilustrado com desastres ecológicos, destruição ambiental. Se o Dia do Juízo for somente conseqüência do aquecimento global, Fernandinho Beira-Mar vai morrer dando risada!


Bono Vox (não é acervo da revista citada)

Ilustra a bíblia ídolos pops como Bono Vox, John Lenon, Lady Diana, Angelina Jolie, Madre Tereza, Gandhi e Dalai Lama. A idéia é transmitir a luta pelo direito dos negros, o combate ao racismo, a luta pelas crianças abandonadas, pelos doentes, feminismo, etc. Ops! Mas o Evangelho não é isso! Certamente todos esses ídolos pops têm um pé dentro da filantropia, mas há um cheirinho de enxofre ecumênico no ar! E nenhum é exemplo de cristianismo em sua essência. Bono Vox, por exemplo, é um dos maiores propagandistas do falso ecumenismo com seu lema: “Coexiste” (ver figura abaixo):

Alguém contra o falso ecumenismo já disse: “Um muçulmano fundamentalista não celebrará a Ceia do Senhor com um cristão convicto, nem um budista adorará a Virgem Maria ao lado de um católico”.


Preste atenção nesta infeliz citação, não está na revista mas é a própria essência da revista. O teólogo liberal Walter G. Bauer disse:

O cristianismo aniquila o futuro da humanidade com o nome ‘Jesus' – essa é a verdade! O cristianismo mata a divindade com o nome de Deus! Por isso, esse nome não deve mais ser pronunciado, mas apenas parafraseado! Deus precisa de um novo nome para que possa ser novamente Deus; Ele o receberá porque quer voltar a ser Deus entre nós, para que O reconheçamos como o Deus de todos os homens, que nos faz uma só exigência e nos impõe uma única lei: sermos todos irmãos na grande família humana que é formada por muitos povos. Toda a existência na face da terra terá um novo parâmetro, e ‘Homem' será o novo nome de Deus.

O mesmo é comprovado pela declaração da Madre Teresa de Calcutá:
Quando encontramos Deus face a face e O recebemos em nossa vida, seremos melhores hindus, melhores católicos, melhores o que quer que sejamos, pois devemos aceitar a Deus da forma como Ele existe em nossa imaginação.

Citação de uma revista católica:
A unificação das religiões, estimulada pelo Santo Padre João Paulo II e aclamada por Sua Santidade o Dalai Lama, é o alvo que será atingido em breve. Virá o dia em que o amor ao próximo, defendido tão enfaticamente por Buda e Jesus Cristo, salvará o mundo, pois haverá o maior empenho conjunto para impedir a destruição da humanidade, conduzindo-a à luz na qual todos cremos. -- Revista Die Katholische Welt, 6/89, p. 140.


O que a Bíblia acha disso tudo?:

Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho. Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem lhe deis as boas-vindas. Porquanto aquele que lhe dá boas-vindas faz-se cúmplice das suas obras más. (2 Jo 1.9-11).

Veja aqui a matéria do Fantástico.

21.12.08

Teologia (bem) aplicada - por Matt Schmucker

Em Gn 3 o homem abandona a imagem de Deus e decide dominar a terra por si mesmo. O diabo havia lhes prometido (Gn 3.5): “Sereis como Deus”. Porém eles já eram a imagem de Deus. Ao darem ouvidos a Satanás essa imagem foi corrompida.


O trabalho de evangelização e missões deve ser associado ao caráter da igreja. Se houver um membro, qualquer que seja, adolescente, idoso, membro do coral, envolvido em pecado e a igreja não se importa, então desista da evangelização.


Se a igreja é caracterizada por panelinhas e intrigas, desista de falar de Cristo a outros. Se não há amor sacrificial, então não fale do amor de Deus. Porque a igreja deve, antes de qualquer coisa, espelhar a imagem de Cristo.[E não a imagem do homem!].

Matt Schmucker, conferencista da Fiel de 2008.

Ouça sua palestra aqui

20.12.08

Coral Arminiano

Hoje a festa é sua, hoje a festa é nossa,
É de quem quiser, quem vier
A festa é sua, Hoje a festa é nossa
É de quem quiser, quem vier

Saiba mais sobre a heresia arminiana clicando aqui.

18.12.08

A Mensagem

Sir e Souras, olhem lá fora trezentos mil carros brigando por um pedaço de asfalto. Olhe para os shoppings lotado de pessoas com desejos, que incluem comprar vestidos de milhares de reais e tvs gigantes. Olha junto comigo estas redes de fast food reduzindo o máximo de custos para crescer, mesmo que para isso seja necessário colocar veneno no pão porque se ninguém ficar sabendo, está tudo bem. Quando for por aí com seu carro preste atenção nas crianças faveladas pedindo dinheiro no sinal, não é difícil de encontrar, tenha dó, aguarde o sinal verde, e vá embora. Veja no Jornal Nacional uma notícia de genocídio na África (narrada para o Homer Simpson), a Fátima Bernardes terá expressão triste, a próxima notícia, quem sabe sobre o Natal, e a dona Fátima será só sorrisos. Vamos até a mesma TV que emburrece para acompanhar a crise nos Estados Unidos, lugar mais desenvolvido do mundo; as pessoas lá são egoístas, muitas estão perdendo o emprego e o lar, e a dignidade. Aconteceu com o Bush, o líder do país mais desenvolvido, é um dos seres humanos mais odiados da história.

Afinal, o desenvolvimento que estão nos impondo está certo? Pense nisso neste final de ano. É realmente importante que todos tenham carro, um emprego, encham carrinhos de supermercado, satisfaçam desejos, etc? Não somos capazes de nos organizar melhor? De usar nossa racionalidade melhor?

Não quero saber de respostas, só quero que, depois de mais uma volta em torno do sol, possamos acreditar que podemos ser diferentes.

Rafael Slonik

17.12.08

Pedras Clamarão!


Lucas 3:8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.

Lucas 19:40 Mas ele lhes respondeu: Asseguro-vos que, se eles se calarem, as próprias pedras clamarão.

Imagem: Flickr

16.12.08

O que é o Calvinismo


clique na imagem para ampliar.


O que é o calvinismo?


O grande teólogo de Princeton, Dr. B. B. Warfield, descreveu assim o calvinismo:


“O calvinismo é o evangelismo em sua autêntica e única expressão; e, quando dizemos evangelismo, estamos incluindo pecado e salvação. Significa total dependência de Deus para a salvação; envolve a necessidade de salvação e um profundo senso desta necessidade, acompanhada por um senso igualmente profundo de nossa incapacidade de satisfazer esta necessidade e de nossa completa dependência de Deus para satisfazê-la. Encontramos uma ilustração desta verdade no publicano que bateu no peito e exclamou: “Ó Deus, sê propício a mim, pecador!” Ele não questionou sua capacidade de salvar a si mesmo, ou de ajudar a Deus a salvá-lo, ou de abrir o caminho para que Deus o salvasse. Isto é calvinismo, não apenas algo parecido com o calvinismo, nem algo que se aproxima do calvinismo, e sim o calvinismo em sua manifestação vital. Onde se encontra esta atitude de coração e onde ela se manifesta em palavras diretas e indubitáveis, ali está o calvinismo. Onde se rejeita esta atitude de coração e mente, ali o calvinismo se torna impossível.


Em uma frase, o calvinista é o homem que vê a Deus. Ele obteve uma visão do Inefável e não permitirá que tal visão desapareça de seus olhos — Deus na natureza, Deus na História, Deus na graça. Em todos os lugares, o calvinista vê a Deus em seus fortes passos, sente a obra do poderoso braço de Deus e o pulsar do seu vigoroso coração. O calvinismo é apenas cristianismo. O sobrenaturalismo em favor do qual o calvinista permanece firme é a própria respiração do cristianismo. Sem ele, o cristianismo não existiria.... Portanto, em nossa opinião, o calvinismo surge como a única esperança do mundo.”


John A. Broadus, um dos importantes e respeitados pais dos batistas do Sul, descreveu o calvinismo de seu co-fundador do Seminário Batista do Sul, Dr. James P. Boyce, como nada menos do que um nome técnico para o “sublime sistema de verdades do apóstolo Paulo”.


Charles Haddon Spurgeon, o grande conquistador de almas, disse:


“Utilizamos o termo calvinista apenas por simplificação. A doutrina chamada calvinismo não surgiu de João Calvino; cremos que ela procede do grande fundador de toda a verdade. Talvez o próprio Calvino a derivou principalmente dos escritos de Agostinho, que, sem dúvida, obteve das Escrituras as suas idéias, por intermédio do Espírito Santo de Deus, a partir de um estudo diligente dos escritos do apóstolo Paulo. E Paulo os recebeu do Espírito Santo e do próprio Senhor Jesus, o grande fundador da Igreja. Empregamos o termo calvinismo não porque atribuímos extraordinária importância ao fato de que Calvino ensinou estas doutrinas. Estaríamos sendo justos se lhes déssemos qualquer outro nome, se pudéssemos achar um nome que seria melhor compreendido e que seria consistente com os fatos.”


Spurgeon prossegue, dizendo:


“As antigas verdades que João Calvino pregou, que Agostinho pregou, é a verdade que eu prego hoje. Em caso contrário, seria falso para com a minha consciência e meu Deus. Não posso moldar a verdade; não conheço nada a respeito de lapidar as asperezas de uma doutrina. O evangelho de John Knox é o meu evangelho. E o evangelho que trovejou por toda a Escócia tem de trovejar novamente na Inglaterra.”


Fragmentos do texto de Ernest Reisinger, O que pensamos sobre Calvinismo e Evangelismo.
Imagem: Pesquisa do Google sobre calvinismo e arminianismo, pesquisa que não dá ibope.

Em Época de Protesto com Sapatada 42...


Saiba mais sobre a heresia arminiana clicando aqui.

15.12.08

Quem Procura Acha! Obrigado Pelas Visitas!


Clique na imagem para ampliar.

Mensagem Grega 2009 Para o Mundo

Estudantes convocam protestos por morte de jovem na Grécia da Efe , em Atenas. A morte de Alexis provocou os mais graves distúrbios na Grécia em décadas, com violentos confrontos entre grupos sociais.

clique na imagem para ampliar.

13.12.08

A Mentira do Natal (como se comemora) RE-POST

Raramente se compreende em nossos dias de que houve um tempo em que dias tais como o Natal eram geralmente considerados como desprovidos de qualquer respaldo bíblico
G. I. Williamson







Natal significa nascimento. Não de uma pessoa comum. Todos sabemos. Natal foi criado para se comemorar o nascimento de Jesus (ou deveria!). E daí? Ora, Jesus significa salvação. Salvação? Salvar de quê? Por qual razão? Para quê? Qual é o sentido deste nascimento real? Será que Natal é isto que vivemos todos os anos? Será que é suficiente entrar num clima natalino para sermos todos “abençoados”?
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






Neste período recebemos muitas mensagens de paz, amor, prosperidade, muitos “fluidos” positivos. Há uma atmosfera fraterna e religiosa no ar. Convidamos até padres ou pastores para abençoar nossos lares. Acho que estamos em paz com Deus. Somos pessoas do bem, o clima natalino nos mostra isto. Nossa alma se enleva com melodias familiares de Natal; músicas que nos embalam desde criança, luzes coloridas piscando, as ruas agitadas em busca de um presente ou presentes para pessoas amadas, os preparativos da ceia; um lauto jantar – claro, para aqueles que podem! – Tudo isso nos mostra uma participativa confraternização. O que importa é a atmosfera de festa, alegria, pois é Natal. Quem vai querer parar para refletir sobre o verdadeiro sentido do Natal? Não, não dá! O que importa é o que sentimos, não o sentido real!
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






É dessa forma que o verdadeiro sentido do Natal se esvai, e nos restam apenas ilusões de uma sociedade de consumo misturada ao sentimentalismo das boas ideologias humanistas – “faça o seu Natal com os pobres” -. Isso sem falar de alguns (des)orientadores religiosos, os quais se auto-apascentam ao invés de apascentarem as ovelhas de Cristo. O Salvador, neste clima natalino, é apenas um background; um segundo-plano para tantos destaques e luzes
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






Há uma Luz nessa festa, e não são luzes artificiais. Há luz em meio às trevas, mas poucos conseguem enxergar. Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos (Mateus 22:14). Nem todos conseguem ver essa luz. Mas há os que conseguem vislumbrar o verdadeiro sentido do Natal. Enxergar essa luz é ouvir o Verbo, Cristo Jesus, a Palavra, o “Logos”; as Escrituras, e não só ouvir, mas seguir, pois o Verbo não só é Palavra, porém, igualmente é “ação”
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






Lucas 2:34 diz: (...) Eis que este menino está destinado tanto para ruína como para levantamento de muitos... - Este menino foi escolhido por Deus tanto para a destruição como para a salvação de muita gente. O verdadeiro sentido do Natal é apontar para a luz gloriosa do Salvador, mas a obra da humanidade é má— O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más (João 3:19). Não é à toa que a figura do Papai Noel e todo clima comercial natalício encantam a todos, enquanto desprezam o Redentor Jesus Cristo e seu nascimento real! As luzes desse Natal anti-cristão é uma felicidade artificial provocada por um alucinógeno mentiroso, cujo clima é uma nuvem espessa de ignorância; trevas, obscurecendo as verdades espirituais.
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






Deus não está nem um pouco interessado numa humanidade sentimentalista, cheia de “boas intenções” em períodos natalinos, quando essa mesma humanidade despreza as palavras do Seu Filho (é exatamente neste sentido que a humanidade é má); quando, na verdade passamos o ano inteiro “puxando o tapete” do próximo, mentindo, enganando, esbanjando ridícula vaidade, cometendo injustiças e torpezas, inflando arrogância, discriminando, constrangendo moralmente, envolvidos em intrigas e fofocas, disputas desonestas, traindo, ameaçando, sendo revanchistas, impiedosos e hipócritas. E ao aproximar-se a atmosfera natalina, beijamos, abraçamos e nos confraternizamos fingindo amizade e amor. Definitivamente, esta não é a alegria dos salvos, pois Jesus não está sendo a figura central e excelsa.
Raniere Maciel Menezes (adaptado de um texto anônimo)






(Sobre culto de natal): O modo aceitável de adorar o verdadeiro Deus é instituído por Ele mesmo, e tão limitado por Sua própria vontade revelada, que não deve ser adorado segundo as imaginações e invenções dos homens.
Confissão de Fé de Westminster (XXI:1)





A igreja pode ordenar que o povo de Deus se reúna no culto de Natal? Não. A igreja pode adorar nesta ocasião sem requerer a presença de todos? Sim. Um ministro pode pregar sobre qualquer passagem das Escrituras em qualquer época do ano? Sim. Ele deve necessariamente pregar sobre a Encarnação em Dezembro? Não.
Stephen D. Doe





A festa do Natal não estava incluída entre as primeiras festividades da Igreja... os primeiros indícios dela são provenientes do Egito... os costumes pagãos relacionados com o princípio do ano se concentravam na festa do Natal.
Enciclopédia Católica (edição de 1911)





... não vemos nas Escrituras ninguém que haja celebrado uma festa ou celebrado um grande banquete no dia do seu natalício. Somente os pecadores (como Faraó e Herodes) celebraram com grande regozijo o dia em que nasceram neste mundo.
Orígenes, um dos pais da Igreja (Enciclopédia Católica)






Durante os primeiros dias da Reforma algumas localidades reformadas observavam só o Domingo. Todos os dias especiais sancionados e reverenciados por Roma foram postos de lado. Tanto Zwinglio como Calvino encorajaram a rejeição de todos os dias festivos eclesiásticos. Em Genebra todos os dias especiais foram descontinuados assim que a Reforma consolidou-se naquela cidade. Já antes da chegada de Calvino em Genebra isso tinha sido feito sob a liderança de Farel e Viret. E Calvino concordou veementemente. Também Knox, o reformador da Escócia, compartilhou destas mesmas convicções, ele que foi um discípulo de Calvino em Genebra. Por conseguinte as igrejas escocesas também proibiram os dias sagrados romanos.
Idzerd Van Dellen e Martin Monsma no livro “Comentário de Ordem na Igreja” (The Church Order Commentary - Zondervan, 1941). Sob o título de "A Posição Original das Igrejas Reformadas quanto a Dias Especiais"







Quando Jesus enviou seus apóstolos, ordenou-lhes que ensinassem os convertidos a observar todas as coisas que Ele tinha mandado (Mateus 28:20). Ele não os autorizou a acrescentar ou subtrair algo daquilo que Ele tinha ordenado. E eu creio que eles executaram fielmente o que Jesus lhes disse que fizessem
G. I. Williamson







É bastante evidente nos escritos apostólicos que não havia nenhum dia tal como o Natal nas igrejas apostólicas. Eles não os tinham pela simples razão de que essa não era uma das coisas que Jesus tinha ordenado
G. I. Williamson







os ensinos e práticas dos apóstolos eram suficientes para estabelecer as práticas que o próprio Cristo autorizou para as suas igrejas? A igreja moderna diz “não”, de forma bem evidente. Mas homens como Zwinglio, Knox, e Calvino disseram “sim”. Eu acredito que estes homens estavam certos
G. I. Williamson







Também é minha convicção que o amplo retorno das igrejas reformadas para o que é, afinal de contas, uma invenção e tradição romanista, não é, em qualquer sentido, verdadeiramente benéfica para a igreja. As pessoas pensam que é. Mas isso não faz com que seja
G. I. Williamson







Espero que nenhum leitor pense por um momento sequer que eu esteja diminuindo a importância do nascimento virginal de Cristo. Não, não mesmo. Certamente desejo que os relatos bíblicos de Mateus e Lucas recebam a devida ênfase. Mas não se trata de “devida ênfase” quando uma pequena porção da história da salvação é aumentada completamente fora de proporção em relação à ênfase que recebe na própria Bíblia.
G. I. Williamson







É minha esperança, apesar de provavelmente eu não viver para ver acontecer, que Deus envie uma nova Reforma e até maior do que a que ele enviou no décimo sexto século. Quando isso acontecer, creio eu, a igreja será libertada mais uma vez daquilo que é, no final das contas, nada mais que uma tradição criada pelos homens.
G. I. Williamson







Não penso que o reformador mais rígido questione o direito de um indivíduo de celebrar o nascimento de Cristo em algum momento – e de maneira piedosa – escolhido por ele. Eu certamente não questiono esse direito. Se você quer trocar presentes, ou ler Lucas 2, ou cantar "Noite Feliz" no dia 25 de dezembro, então eu não tenho nada a discutir com você. Só peço em troca é que você não queira discutir comigo quando eu me posicionar com os grandes reformadores mencionados acima.
G. I. Williamson







O que eu questiono não é o seu direito pessoal à liberdade cristã, mas o direito da igreja como corpo – seja no nível denominacional ou congregacional - de designar uma data anual para comemorar o nascimento de Cristo
G. I. Williamson




Considerando que ninguém sabe em que dia do ano Cristo nasceu, e que Deus não nos contou deliberadamente que dia é esse, ninguém tem o direito de inventar uma data para substituir aquela que Deus não deu. Os papas de Roma, é claro, reivindicaram esta autoridade - foi assim que se chegou ao 25 de dezembro. Mas quanto a mim e a minha casa, nós não podemos em boa consciência submetermo-nos a tais imposições de homens.
G. I. Williamson

12.12.08

Citações Variadas XCVI - Disciplina


Quando Deus omite a correção, entra pelas portas a condenação.
Thomas Adams





Deus sempre avisa antes de ferir.
J. Blanchard





As correções ministradas por Deus são nossas instruções; Seus açoites, nossas lições, e Suas chicotadas, nossos mestres.
Thomas Brooks





Deus não esfregaria de maneira tão forte, se não fosse para eliminar a imundície e as manchas que há em Seu povo.
Thomas Brooks





Quando Deus ama, Ele aflige em amor, e sempre que o faz, cedo ou tarde, ensina a essas almas lições tais que serão proveitosas por toda a eternidade.
Thomas Brooks





Não há nada mais temível do que o Senhor permitir que afrouxemos as rédeas.
João Calvino





Deus nada nega ao cristão, a não ser com o objetivo de dar-lhe algo melhor.
Richard Cecil





Deus nunca fere, a não ser por amor, e nunca tira nada, a não ser para dar.
François Fenelon





Até mesmo nas condenações de Deus, podemos encontrar consolo.
François Fenelon





Deus destrói o teu conforto com o único objetivo de destruir as tuas corrupções; as privações têm o objetivo de fazer morrer a devassidão; a pobreza tem o desígnio de matar o orgulho; as repreensões são consentidas para acabar com a ambição.
John Flavel





As feridas causadas por Deus curam; os beijos do pecado matam.
William Gurnall





Quando somos açoitados, devemos orar para que sejamos ensinados e examinar a lei como a melhor revelação da providência. Não são os açoites propriamente ditos que produzem o bem, mas o ensinamento que os acompanha e que os elucida.
Matthew Henry





Crente, não pense em um repouso sem perturbações, enquanto você não se livrar da carne. Há um ciclo incessante de tristeza e tentação nesta vida. Mas nunca despreze os açoites. Eles têm a voz da instrução. São aplicados pela mão de um Pai amoroso.
Henry Law





O cálice mais amargo com Cristo é melhor do que o cálice mais doce sem Ele.
Ian MacPherson





Se nada mais separar-me de meus pecados, Senhor, envia-me chaga tão cruel e calamidade tão grande que me despertem do sono mundano.
Robert Murray M'Cheyne





O Pai celestial não tem filhos mimados. Ele os ama demais para permitir isso.
Fred Mitchell






Os rudes entalhes da repreensão têm o único objetivo de colocar-nos no prumo, para que sejamos utilizados no edifício celestial.
D. L. Moody






Nosso Pai celestial nunca tira nada de Seus filhos, a não ser que pretenda dar-lhes algo melhor.
George Muller






A espada da justiça não nos ameaça mais, mas a vara da correção paternal ainda está em uso.
C. H. Spurgeon






A dolorosa tesoura de podar está em mão seguras.
John R. W. Stott






É com misericórdia e moderação que Deus castiga Seus filhos.
John Trapp






Deus separa de nós aquilo que nos separaria dEle.
Ralph Venning






O maior castigo de Deus é Ele não nos castigar.
Thomas Watson

CITAÇÕES VARIADAS XCV - Direção

Deus sempre ilumina seus túneis.
Anônimo





Posso afirmar, por experiência própria, que 95% do conhecimento da vontade de Deus consiste em estar preparado para cumpri-la antes de conhecê-la.
Donald Grey Barnhouse





O Senhor não brilha sobre nós, exceto quando tomamos sua Palavra como nossa luz.
João Calvino





Aconselhe-se com Deus. Os céus elevam-se acima do inferno. A qualquer momento, Deus pode revelar-nos quais tramas estão sendo maquinadas lá contra você.
William Gurnall





O diabo pode dirigi-lo de forma extraordinária... Há poderes que podem simular quase todas as coisas na vida cristã.
D. Martyn Lloyd-Jones





Não sei por quais caminhos Deus me conduz, mas conheço bem meu guia.
Martinho Lutero





A vida do crente é um passeio dirigido, e o habilidoso guia é o guia de Abraão e o nosso guia. Ele conhece o final da jornada em vista e o melhor caminho para chegar lá.
Fred Mitchell





Onde a glória de Deus repousa, não precisamos perguntar o caminho.
Desconhecido





Deus promete guiar-nos não para livrar-nos da responsabilidade de pensar.
John R. W. Stott





A Bíblia não é uma espécie de horóscopo por meio do qual descobrimos nosso futuro... Eu não nego que Deus algumas vezes revele sua vontade particular iluminando um versículo das Escrituras. Mas este não é seu método habitual, e é altamente perigoso seguir tal suposta direção sem verificá-la e confirmá-la.
John R. W. Stott





Minha convicção deliberada é de que o único caminho para chegar ao conhecimento da vontade divina com respeito a nós passa pela simplicidade de objetivos e pela oração fervorosa.
J. H. Thornwell

10.12.08

Reflexões

Deus é imutável e nunca abandona uma obra que Ele mesmo começou. Por mais que você se debata, afligido pelo pecado, diante de Deus é como se agitar em água rasa.
Raniere M Menezes





Nunca podemos esquecer que há uma relação entre o crente e Deus, como seu Pai. Aí está a chave do ensinamento: reconhecer-se como filhos de nosso Pai Celeste. Muitas vezes esquecemos que o Senhor está sempre olhando para nós como Pai.
Raniere M Menezes





O livre-arbítrio foi entronizado, a liberdade de escolha “não” pertence mais a Deus. O Senhor “está” condicionado a escolha soberana de suas criaturas! Hoje, mais do que nunca, nos é dado o “poder” de nos auto-selecionar. Ao homem, antes de Deus, “pertence” a salvação. Não resta dúvida que a cosmovisão atual, da igreja, é antropocêntrica ou humanista.
Raniere M Menezes

7.12.08

Missões

Ao ouvir alguns pregadores contemporâneos, alguém talvez pense que Deus, nos céus, está contorcendo as mãos em frustração, por estar encontrando dificuldade em convencer as pessoas a crerem nEle e a viverem para Ele. Que deus fraco e digno de pena! Esse, entretanto, não é o quadro que Deus apresenta de Si mesmo em sua auto-revelação, a Bíblia. A soberania divina alcança a raça humana e dos descendentes de um homem cria uma poderosa nação. Ele separa para Si mesmo um povo eleito de cada nação. Ele procurará as ovelhas perdidas, até que sejam achadas e trazidas ao aprisco.

Quando refletimos com mais atenção, vemos que a soberania absoluta de Deus, mesmo no que se refere a chamar e salvar pecadores, não constitui um empecilho para missões mundiais, e sim um encorajamento. Visto que Deus separou um povo para Si mesmo e que o Filho dEle derramou seu precioso sangue pelos eleitos, a colheita está assegurada. O Senhor possui seu povo eleito em cada nação, e não Se satisfaz com nada menos do que a redenção de todos eles.

O objetivo final e mais elevado da evangelização não é o bem-estar dos homens nem mesmo sua bem-aventurança eterna, mas a glorificação de Deus.

R. B. Kuiper

6.12.08

Citações Variadas XCIV - Dinheiro

Dinheiro é como a água do mar: quanto mais uma pessoa bebe, mais sede sente.
Anônimo





Não há bolsos em uma mortalha.
Anônimo





Você pode apagar o sol se colocar uma moeda bem perto do olho.
Anônimo





Dinheiro é como esterco: só é bom se for espalhado.
Francis Bacon





Poucas coisas testam mais profundamente a espiritualidade de uma pessoa do que a maneira como ela usa o dinheiro.
J. Blanchard





O amor ao dinheiro é para a igreja um mal maior do que a soma de todos os outros males do mundo.
Samuel Chadwick





Tempo e dinheiro são os fardos mais pesados da vida, e os mortais mais infelizes são os que os têm mais do que são capazes de usar bem.
Samuel Johnson





A verdadeira medida de nossa riqueza está em quanto valeríamos se perdêssemos todo nosso dinheiro.
John Henry Jowett





Aquele que serve a Deus por dinheiro servirá ao diabo por salário melhor.
Roger L'Estrange





Se a religião de um homem não afeta a maneira como ele usa o dinheiro, a religião desse homem é vã.
Hugh Martin





A chave de todo o nosso relacionamento com o dinheiro está na atitude de nossa mente para com ele.
Kenneth F. W. Prior





O homem mais pobre que conheço é aquele que não tem nada mais do que dinheiro.
John D. Rockefeller





Dois terços de todas as lutas, brigas e processos judiciais no mundo originam-se de uma simples causa: dinheiro!
J. C. Ryle





Mamom é o maior senhor de escravos do mundo.
Frederick Saunders





O dinheiro ainda não deixou ninguém rico.
Sêneca





Dinheiro - o maior deus debaixo do céu.
Herbert Spencer





Nada do que é de Deus é obtido com dinheiro.
Tertuliano

1.12.08

Conhecendo o Inimigo: Arminianismo


Se conheces os demais e te conheces a ti mesmo, nem em cem batalhas correrás perigo; se não conheces os demais, porém te conheces a ti mesmo, perderás uma batalha e ganharás outra; se não conheces a os demais nem te conheces a ti mesmo, correrás perigo em cada batalha.
Sun Tzu

Conheça a incoerência de quem defende o arminianismo: website arminiano - arminianismo.com

Predestinação - Indicação de estudos

Assunto tabu para muitos, para outros, assunto difícil e desnecessário, ainda para outros, uma doutrina que honra sobremaneira a Deus. O que você pensa sobre predestinação?

Praticamente todos os grandes teólogos da igreja cristã mergulharam nessa doutrina, muitos atingiram uma certa profundidade, outros não passaram da superfície.

Teologicamente temos grandes representantes para defender esta rica doutrina, na contramão temos de tempos em tempos os teologueiros ativistas como o Silas Malafaia, um disseminador de erros em massa.

Se você dispõe de interesse e de tempo para estudar, ou simplesmente quer saber mais sobre a "predestinação", ou mesmo se você tem muitas dúvidas ou não crer, faço a seguinte indicação:

Compare se quiser se aprofundar:

1. Estudo transcrito combatendo a predestinação pelo Pr. Malafaia (texto em HTML), clique aqui para ler o texto.

1. 52 artigos teológicos (protestantismo histórico) sobre a predestinação. Clique aqui para ir para seção com os 52 artigos (é só descer a barra de rolagem e escolher o título).

29.11.08

Perspectiva Pós-milenista

Eu, você ou ninguém irá bater mais forte que a vida. Mais o importante não é o quão forte você bate, mas sim o quanto você agüenta, o quanto você consegue apanhar e continuar seguindo.
Sylverster Stallone em Rocky Balboa

Não entendeu? clique aqui.

28.11.08

Teologia "Toma lá dá cá"

Abrir uma igreja no Brasil é fácil. "Não é necessário muita coisa. Junta-se uma diretoria composta por oito pessoas; depois convoca-se uma reunião para emitir a ata de fundação. A partir daí, basta elaborar o estatuto e registrá-lo no cartório", informa o contador e também pastor Rubens Moraes da Assembléia de Deus de Madureira (RJ), numa entrevista à revista evangélica Eclésia. Depois é só dar entrada no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas).

Infelizmente tem muito pilantra com visão (de negócio) que não perde a oportunidade de abrir uma igreja como quem abre uma barraquinha na praia. Obviamente há execeções, Deus tem uma minoria fiel à Sua Palavra.

Igreja opulenta, gananciosa, feudal e apóstata

No século da Reforma Protestante, o Catolicismo Romano era (e ainda é!) uma religião de pompa, luxo clerical e ociosamente farisaica. E atualmente? Pode-se dizer que a “velha senhora feudal” não está mais sozinha em todo o seu aparato? Não há como negar que o evangelicalismo moderno é uma boa companhia, dócil como um cão doméstico. Dificilmente alguma linha denominacional evangélica escapa dessa ostentação e submissão mundana.
Raniere Maciel Menezes






A igreja atual está muito mais conectada ao “teo-bussines”. Estamos distantes da Reforma há quase 500 anos, mas existe um fio invisível da História que nos conduz diretamente ao malcheiroso cenário do século 16. O contexto apontava para uma igreja opulenta, gananciosa, feudal e apóstata que fazia o papel dos cobradores de impostos, publicanos e fariseus. Hoje o que se vê? Uma igreja evangélica que constrange, pressiona e explora seus membros através de dízimos-impostos, ofertas e produtos de consumo.
Raniere Maciel Menezes







A igreja contemporânea está seguindo a Palavra e os caminhos do Senhor, detestando todos os outros caminhos? O temor do Senhor, o amor à verdade e à glória de Deus e o desejo de andar de acordo com todos os mandamentos do Senhor prosperam na igreja de Deus? Diante de Deus e dos homens, temos de confessar, honestamente, que a resposta é não. Sim, ainda existe uma verdade exterior, um crescimento visível e privilégios espirituais públicos em um nível que a igreja das eras passadas dificilmente possuía. Israel podia reivindicar possuir estas coisas — verdade exterior, crescimento visível e privilégios espirituais públicos — enquanto, ao mesmo tempo, se desviava do Senhor...
Joel Beeke






Se o tom fúnebre da lei é pregado, quantos pecadores choram? Se o tom nupcial do evangelho é proclamado, quantos pecadores infelizes são trazidos ao regozijo? Em geral, podemos dizer que a lei parece não causar tremor, e o evangelho parece não despertar anelo... Cada um de nós poderia confessar: “Tornei-me insensível à lei e ao evangelho — temo o próprio inferno”?
Joel Beeke







Vivemos no mesmo nível das bestas. Nossa vida parece não ser mais do que trabalhar, comer e morrer. Somos inclinados a desviar-nos, por amor à nossa reputação e à nossa vida. Colocamos o “eu” acima da doutrina, e essa é a razão por que podemos continuar vivendo sem nos convertermos.
Joel Beeke







O que aconteceu com aquelas épocas em que as pessoas eram comovidas, abaladas e convencidas pelo Senhor semanalmente? Os filhos de Deus deveriam confessar hoje: “Oh! que isso acontecesse uma vez por mês ou uma vez por ano!” Onde estão os fervorosos exercícios da vida espiritual? “Oh!”, eles confessam, “estão mortos! E o que sobra é maná deteriorado!”
Joel Beeke






A centralidade no homem é uma maldição na igreja, uma blasfêmia contra o nome de Deus, o fruto de morte espiritual e a garantia de nenhuma bênção pessoal, a menos que o Senhor a destrua!
Joel Beeke






Que o homem seja crucificado, Satanás, envergonhado, e multiplicados os intercessores perante o trono da graça. Que Deus receba o seu lugar legítimo entre nós, por conquista divina. “Ele, tudo em todos; nós, nada em nada”.
Joel Beeke






Frases de Joel Beeke: Extraídas do livro Backsliding: Its Disease and Cure (Desviar-se: Sua Condição e Cura), publicado por Reformation Heritage Books. – Artigo intitulado: Sinais de Igrejas que se desviam, autor Joel Beeke, publicado em português pela Revista Fé Para Hoje da Ed. Fiel. – Para ler na íntegra clique aqui.