23.10.11

Stuart Olyott -- Evangelização e Missões


Stuart Olyott
 Evangelização e Missões
  
 De Costas
 Ouvir Ouvir  | Download Download 
linha
 De Joelho
 Ouvir Ouvir  | Download Download 
linha
 À Pé
 Ouvir Ouvir  | Download Download 
linha
 Assentado
 Ouvir Ouvir  | Download Download 

17.8.11

MANIFESTO CRISTÃO


A maior parte do cristianismo evangélico hoje é fundamentado em clichês. A maior parte do nosso cristianismo vem de músicos que se dizem cristãos, e não da bíblia. A maior parte do que os evangélicos acreditam é ditado pela cultura secular e não pela escritura. 
Poucos são os que encontram a porta estreita. Consequentemente, as ideias mais populares possivelmente não são os conceitos mais próximos da verdade bíblica. Nos dias de hoje, desconfie de qualquer “Best-seller”. Desconfie de qualquer um que for sucesso ou um furacão de vendas, simplesmente porque a genuína verdade cristã jamais foi e nunca será “digerida” pelas massas. A maior prova disso, é que mataram o seu autor. Se caiu no gosto da maioria é falso. Lembre-se, Jesus se referiu aos seus verdadeiros seguidores como “pequenino rebanho”.
A apostasia que a Bíblia nos advertiu que seria evidente nos últimos dias já está em pleno andamento. Somente aqueles que se mantiverem firmes a Palavra de Deus serão protegidos e salvos. Este remanescente de crentes fiéis será visto como pessoas antiquadas e de mentalidade fechada. 
A natureza da salvação de Cristo é deploravelmente deturpada pelo evangelista moderno. Eles anunciam um Salvador do inferno ao invés de um Salvador do pecado. E é por isso que muitos são fatalmente enganados, pois há multidões que desejam escapar do Lago de fogo, mas que não têm nenhum desejo de ficarem livres de sua pecaminosidade e mundanismo. Sem santificação ninguém verá o Senhor.
Os Evangélicos modernos procuram encher suas igrejas de analfabetos bíblicos, convencendo-os que eles irão para o céu, simplesmente porque levantaram a mão e fizeram uma oração, como sinal de aceitação de Jesus como Salvador, e que Ele vai lhes dar o sucesso familiar, social e financeiro, se tiverem um nível de moralidade considerável e forem dizimistas fiéis; o que se constitui propaganda enganosa.
Muitos dizem não ter vergonha do evangelho, mas são uma vergonha para ele. A primeira geração de cristãos pós-modernos já está aí. São crentes que pouco ou nada sabem da Palavra de Deus e demonstram pouco ou nenhum interesse em conhecê-la. Cultivam uma espiritualidade egocêntrica, com nenhuma consciência missionária. Consideram tudo no mundo muito “normal” e não veem nenhuma relevância na cruz de Cristo. Acham que a radicalidade da fé bíblica é uma forma de fanatismo religioso impróprio e não demonstram nenhuma preocupação em lutar pelo que creem.
Você sabia que 80 á 90% das pessoas que “aceitam a Cristo” em trabalhos evangelísticos se “desviam” depois? O motivo de tudo isso tem sido esse evangelho centrado no homem que é pregado nos púlpitos, nas TVs e nas casas, onde o bem-estar e a prosperidade tem se tornado “mais valiosos” que o próprio sangue de Cristo. A graça já não basta mais (apesar dos louvores e acharmos Cristo tão meigo). O que nós realmente queremos é “o segredo” para sermos bem-sucedidos. Desejamos “uma vida com propósitos” para taparmos com peneira o vazio que sentimos. O Vazio de um espírito morto que somente Deus pode ressuscitar. Queremos “o melhor de Deus para nós” nesta vida, no lugar de tomarmos a nossa cruz e de negarmos a nós mesmos. Queremos conhecer “as leis da prosperidade” mais do que o Espírito de Santidade; e, para nos justificarmos, tentamos ser pessoas auto-motivadas e de alta performance, antes de sermos cristãos cuja alegria está em primeiro lugar Nele; e santos bem aceitos pelo mundo a despeito das Palavras de Jesus contrariar esse posicionamento.
A falha do evangelismo atual reside na sua abordagem humanista. Esse evangelho é francamente fascinado com o grande, barulhento, e agressivo mundo com seus grandes nomes, o seu culto a celebridade, a sua riqueza e sua pompa berrante. Para os milhões de pessoas que estão sempre, ano após ano, desejando a glória mundana, mas nunca conseguiram atingi-la, o moderno evangelho oferece rápido e fácil atalho para o desejo de seus corações. Paz de espírito, felicidade, prosperidade, aceitação social, publicidade, sucesso nos negócios, tudo isso na terra e finalmente, o céu. Se Jesus tivesse pregado a mesma mensagem que os ministros de hoje pregam, ele nunca teria sido crucificado. 
Hoje temos o espantoso espetáculo de milhões a ser derramado na tarefa de proporcionar irreligioso entretenimento terreno aos chamados filhos do céu. Entretenimento religioso é, em muitos lugares rápido meio de se esvaziar as sérias coisas de Deus. Muitas igrejas nestes dias tornaram-se pouco mais do que pobres teatros de quinta categoria onde se "produz" e mercadeja falsos “espetáculos” com a plena aprovação dos líderes evangélicos, que podem até mesmo citar um texto sagrado fora de contexto em defesa de suas delinquências. E dificilmente um homem se atreve a levantar a voz contra isso. 
A maioria dos crentes não acredita que a Bíblia diz o que está escrito: acreditam que ela diz o que eles querem ouvir. Contornar a Palavra de Deus e chamar os nossos desejos de direção divina, só leva à multiplicação do pecado. Há muitos vagabundos religiosos no mundo que não querem estar amarrados a coisa alguma. Eles transformaram a graça de Deus em libertinagem pessoal e muitas vezes coletiva. Se você crê somente no que gosta do evangelho e rejeita o que não gosta, não é no evangelho que você crê, mas, sim, em você mesmo. 
Ai de vocês que pregam seu falso evangelho, transformam a casa de Deus em comércio. Vendem seus CDs, vendem seus falsos milagres, vendem suas falsas unções, vendem falsas promessas de prosperidade, enquanto na verdade só vocês têm prosperado. Como escaparão do juízo que há de vir? 
"Ao ouvirem isso, muitos dos seus discípulos disseram: "Dura é essa palavra. Quem consegue ouvi-la?" Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido." João 6:60;66-65

- Conteúdo adaptado a partir de algumas ideias e textos de diversos autores Cristãos.
Victo Silva

13.7.11

Chegaram os vídeos do Congresso de Educadores no Mackenzie!



 CLIQUE AQUI assistir ou baixar os vídeos das palestras do Congresso Nacional de Educadores Cristãos promovido pela ACSI/ANEP, nos dias 23 e 24 de junho do corrente, contando com a parceria do Sistema Mackenzie de Ensino e com o suporte da Chancelaria e Diretoria Executiva do Mackenzie.

As palestras disponíveis são estas (disponíveis em FLV):

8.7.11

Isto é certamente verdade!

Creio que Deus me criou junto com todas as criaturas, e me deu corpo e alma, olhos, ouvidos e todos os membros, inteligência e todos os sentidos, e ainda os conserva; além disto, me dá roupa, calçado, comida e bebida, casa e lar, família, terra, trabalho e todos os bens. Concede cada dia tudo de que preciso para o corpo e a vida; protege-me de todos os perigos e guarda-me de todo o mal. E faz tudo isso unicamente por ser meu Deus e Pai bondoso e misericordioso, sem que eu mereça ou seja digno. Por tudo isso devo dar-lhe graças e louvor, servi-lo e obedecer-lhe. Isto é certamente verdade. (Catecismo Menor de Lutero)

23.6.11

A Marcha para Jesus - Uma avaliação crítica



por Rev. Augustus Nicodemus Lopes




INTRODUÇÃO


A “Marcha para Jesus” é um evento que acontece em muitas cidades do Brasil, patrocinado pela Igreja Apostólica Renascer em Cristo, e consiste basicamente numa grande passeata de evangélicos com shows gospel. O evento ocorre desde 1993 no Brasil e costumava dividir opiniões tanto na mídia secular quanto evangélica. Hoje, já mais arrefecida, a “Marcha” continua chamando a atenção, embora com menos intensidade. O presente artigo visa apresentar uma análise crítica, não do evento propriamente dito, mas das razões e argumentos apresentados para justificar o evento. Estas razões e argumentos, bem como informações institucionais e históricas sobre a Marcha estão disponíveis no site www.marchaparajesus.com.br (em 12/01/2005).


PARA LER MAIS AQUI

19.6.11

100 anos da Assembléia de Deus no Brasil



Biblicamente não creio nem estou convencido que o culto cristão genuíno seja pentecostal. Se os 100 anos da Igreja Assembléia de Deus (AD) devem ser parabenizados, certamente tal denominação deverá ser parabenizada por seus feitos sociais polinizadores e ações sociais em geral, mas a bandeira do pentecostalismo em seu cerne é uma coletânea de erros doutrinários. A começar pela ênfase em supostos dons espiritual fundamentados em experiências. Sem falar do legalismo de uso e costumes. Tais coisas estranhas não honram o equilíbrio da sã doutrina.


Apesar de algumas mudanças positivas hoje, como por exemplo, uma maior preocupação da linha editorial de sua casa publicadora, as Assembléias de Deus, na prática, ainda são inventoras ativas de novas tradições humanas, em nome de uma “espiritualidade” e “unção”, e todo movimento contrário é taxado de frio e não-espiritual.


Muitas dessas igrejas não sobrevivem sem aquecer a lareira das pregações e cânticos triunfalistas. Nos cultos, há muito holofote para cantores, teatros, corais, testemunhos pessoais, profecias particulares e honras floridas às personalidades e autoridades presentes. Ou seja, princípio regulador de culto é algo desprezado e desconhecido.


A produção musical é pobre de doutrina apostólica e demasiadamente antropocêntrica. E muitos chamam tais movimentos de avivamentos e bênçãos. Pastores “intocáveis e ungidos” determinam o que é verdade e se blindam num tipo de imunidade em nome de Deus.


É certo que muitos irmãos dentro da AD estão inconformados com certos moveres anti-bíblicos, e estes merecem honra pelo esforço e batalha. Tais irmãos, que ao serem zelosos em erguer a bandeira da herança reformada, são perseguidos e classificados de hereges pelas lideranças da denominação, continuam inconformistas e realmente estão plantando uma semente de um novo mover de Deus genuíno.

17.6.11

É mais fácil esfriar um fanático do que esquentar um defunto. 
Irmão André 

8.6.11

As Doutrinas da Graça são forjadas em aço, como as mais excelentes espadas.

clique na imagem para ampliar

Calvinismo consistente não é vento de doutrina, não está à mercê das ondas e movimentos... só as falsas doutrinas permitem oscilar. As Doutrinas da Graça são forjadas em aço, como as mais excelentes espadas.

1.6.11

A Importância do Alicerce - A Igreja e uma parábola futebolística, uma breve reflexão


Os pais perguntam por que os regatos são amargos, quando eles mesmos envenenaram a fonte. John Locke

A melhor maneira de derrotar o diabo é atingi-lo na cabeça com um berço.
Billy Sunday




Guardando com muita prudência e reserva as devidas comparações, a Igreja do século XXI tem muito que aprender com o atual e badalado time de futebol Barcelona, fundamentalmente naquilo que se refere ao extraordinário sistema de formação de base dos jogadores. Os melhores jogadores do melhor clube do mundo na atualidade têm em seu DNA uma fórmula não-mágica: eles cresceram no clube, nas categorias de base; são pratas da casa; crias do clube. São craques por vocação e são agregados ao clube antes da adolescência. Está comprovado com incontestáveis resultados e conquistas que o trabalho de formação com equipes de base faz toda a diferença e é a razão do sucesso do Barça! Obviamente os objetivos da Igreja e do futebol são antagônicos. Mas o que isso tem a ver com a Igreja?


A Reforma Protestante dos séculos 16 e 17 foi um combustível para momentos de grandes frutos e conquistas cristãs e político-sociais. Sua influência não se restringiu aos encontros semanais de igrejas, ela se aprofundou de tal maneira que englobou a vida de nações inteiras, dos governantes aos cidadãos mais simples. Grandes teólogos, grandes juristas, extraordinários governantes e líderes influentes foram moldados desde a infância em lares genuinamente cristãos com sólida formação de base educacional. Toda força da Igreja começava e começa no culto familiar. Esta verdade pode ser extraída desde a formação do antigo Israel, o privilégio e a responsabilidade da família da aliança colocados em prática. Podemos citar como exemplo de educação religiosa eficaz no Novo Testamento, Timóteo (2Tm 1.5;3.15). Quantos Timóteos estão sendo formados hoje na infância? “Um lar sem culto doméstico não tem alicerce nem teto” como bem disse J. M. Mason. Cabe a todos os cristãos que exercem papel de educadores guiarem os jovens a uma cosmovisão cristã genuína e encorajá-los a replicarem esta formação.


O que você tem feito como líder espiritual? Qual a formação de base que tem oferecido? Tem deixado nas mãos de pessoas bem intencionadas, mas despreparadas ou mesmo não tem nem dado devida atenção e importância? Uma igreja que não cuida dos seus pequenos o mundo cuidará. Elas não ficarão sem educação, para o bem ou para o mal. Cabe aos líderes espirituais (nos lar e na Igreja) agirem como líderes espirituais. As Igrejas Reformadas mais fortes eram aquelas que doutrinavam seus jovens com catecismos e boa doutrina e cosmovisão cristã. Não adianta ensinar as crianças apenas vagas noções de espiritualidade. Deus não está pedindo aos pais, professores e pastores que eduquem ao modo que convém e então adicionem a idéia de Deus a vida deles. A cosmovisão atual abrangente é “convidar” a Deus a participar de um programa pedagógico formado pelo mundo e seus valores e não o seguir a Cristo pelo caminho estreito. Uma formação de base sólida requer sacrifício, disciplina e fidelidade dos tutores. Não é apenas convidar a Deus para espiritualizar nossas idéias e nossos gostos. E é isto o que acontece na prática em muitos lugares. Como Igreja não podemos nem devemos fugir dessa responsabilidade. Guarde esta verdade em letras grandes: “Onde temos uma tenda, é preciso que Deus tenha um altar.” (Matthew Henry). Deus cobrará isso de cada um de nós.


Hoje muitos adolescentes e jovens que se dizem cristãos, enquanto deviam está mergulhando em excelentes doutrinas espirituais, simplesmente estão embebidos numa cultura pop gospel que valoriza os maneirismos, os modismos, o imediatismo pragmático, irracional, relativista, individual e consumista. E isto com apoio de muitos pais e pastores negligentes. As mensagens estão sendo diluídas na pregação e nos louvores mas poucos se importam com o fraco alimento. O objetivo atual, muitas vezes, é encontrar uma “tribo” que agrade, que gere bem-estar e uma realização positiva. E enquanto nem em casa nem na Igreja nada acontecer no sentido de reverter essa situação, a formação de base da Igreja não se fortalecerá e nada mudará. Não é a toa que hoje temos uma sociedade em todos os setores corrompida. Na situação atual só nos restam duas opções: correr atrás do prejuízo para minimizar os danos gerados por gerações anteriores recentes e ao mesmo tempo educar nossos filhos no Caminho estreito do Senhor ou tentar correr atrás do prejuízo e continuar a não fazer nada aumentando assim os danos futuros.


Se realmente quisermos escrever um novo capítulo de bênçãos espirituais na história da Igreja devemos rever os NOSSOS pontos falhos e das gerações anteriores e recomeçar a plantar boas sementes para o futuro. Como sabiamente apontaram antigos cristãos: “As famílias cristãs devem ser as principais preservadoras do interesse pela verdadeira religião neste mundo”. (Richard Baxter); “O lar é o seminário de todas as outras instituições”. (E. H. Chapin); “O círculo familiar é o supremo condutor do cristianismo”. (Henry Drummond). A força do alicerce está na educação cristã genuína, não há outra saída! Não entreguemos nossos filhos ao sistema mundano. Tudo de errado ético e moralmente que está acontecendo hoje em nossa sociedade é fruto em grande parte da NEGLIGÊNCIA dos pais e líderes religiosos das gerações que tiveram a responsabilidade e o privilégio de alicerçar a família em Cristo e seus valores, mas falharam. A fé cristã é uma fé movida por ESPERANÇA, e há pouca esperança para uma sociedade educada numa cosmovisão ímpia.


Concluo com duas frases que devem ser impressas em ferro quente em nossa carne:


Nenhum homem ou mulher jamais teve um desafio mais nobre ou um privilégio mais elevado do que educar um filho para Deus. Sempre que menosprezarmos esse privilégio ou negligenciarmos esse ministério por causa de qualquer outra coisa, viveremos para nos lamentar disso com tristeza e dor. (Vance Havner)


Quantos pais descuidados os olhos puros de Deus vêem entre vocês, os quais, se não mudarem de direção, encontrarão um dia seus filhos abandonados em um inferno eterno! (Robert Murray M'Cheyne)


Alimentemos nossa esperança, renovemos nossa esperança proporcionando uma boa formação de base religiosa cristã VIVA e VERDADEIRA, HOJE, no lar e na Igreja.



22.5.11

Solo ressecado e habitação de dragões ou fontes de água e lugar de frutos?


Exercer a fé na plenitude de Cristo, ou seja, em Cristo, para o nosso suprimento é uma maneira valiosa de permanecer em Cristo, pois tanto o nosso enxerto como a nossa permanência acontecem pela fé (Rm 11.19-20). A sua alma deve, então, pela fé ser exercitada em pensamentos e compreensões como estes: “Sou pobre e fraco, instável como a água. Não posso melhorar. Esta corrupção é muito forte para mim e está prestes a arruinar minha alma. Não sei o que fazer. Minha alma está se tornando um solo ressecado e uma habitação de dragões. Tenho feito promessas, mas deixei de cumpri-las; votos e juramentos me têm sido como nada. Já tive muitas convicções de que eu obtivera a vitória e seria livrado, mas estava enganado. Vejo claramente que, sem socorro e ajuda eminente, estou perdido e serei induzido a um completo abandono de Deus. No entanto, ainda que este seja o meu estado e condição, restabeleçam-se as mãos descaídas e fortaleçam-se os joelhos trôpegos. Vejam, o Senhor Jesus Cristo, que possui toda a plenitude de graça em seu coração, toda a plenitude de poder em suas mãos, é capaz de aniquilar todos esses seus inimigos. Nele há provisão suficiente para meu livramento e necessidade. Ele pode tomar a minha alma prostrada e desfalecida e tornar-me mais do que vencedor... Pode transformar meu solo árido e ressecado em lagos e meu coração sedento e estéril, em fontes de água. Sim, Cristo pode fazer desta habitação de dragões, este coração, tão cheio de concupiscências abomináveis e tentações ferozes, um lugar de ervas e frutos para ele mesmo (Is 35.7)”.


Deus sustentou Paulo em suas tentações com a consideração da suficiência da graça divina: “A minha graça te basta” (2 Co 12.9)... Digo, então, pela fé considere bastante o suprimento e a plenitude de suprimento que há em Jesus Cristo e como ele pode dar-lhe, em qualquer momento, força e livramento...




Diretrizes para a Mortificação - John Owen
Directions for Mortification, extraído de “The Mortification of Sin in Believers”, da obra “Works of John Owen, Vol. 6”, reimpressa por The Banner of Truth.
Traduzido por: Wellington Ferreira
http://www.editorafiel.com.br/artigos_detalhes.php?id=349

Qual é a próxima previsão?


A Agência Reuters em São Francisco noticiou sobre a falsa profecia do Harold Camping: “Nenhum sinal do Dia do Juízo como previsto”. A rede de estações de rádio de Camping continua tocando músicas religiosas, devocionais e aconselhamento independente do esperado apocalipse.


A sede de Oakland, Califórnia, e a rede de 66 estações nos EUA foram fechadas com uma placa na porta que diz: "Este escritório está fechado. Desculpea ausência!"Funcionários da Family Radio, com a ajuda dos adeptos, tinham postado mais de 2.000 outdoors em todo o país com um aviso do Dia do Julgamento para 21 de maio.


As cortinas da casa do Harold Camping estavam fechadas e ninguém atendeu a porta de sua casa, em Alameda, Califórnia.


Muitas dezenas de milhares de pessoas ouviram a mensagem da Family Radio. A rede é ouvida em mais de 30 línguas através de filiais internacionais, de acordo com a Family Radio.


Robert Fitzpatrick, um adepto da seita, disse que gastou mais de 140.000 dólares de suas economias nos cartazes do metrô e as propagandas em ônibus de advertências sobre o Dia do Julgamento para 21 de maio.



20.5.11

Qual a chance de um falso profeta chamado Harold Camping acertar a data do Dia do Juízo?




Qual a chance de um falso profeta chamado Harold Camping acertar a data do Dia do Juízo?


As chances de uma pessoa acertar na Mega-Sena apostando apenas um cartela simples é de 1 em 50 063 860, isto corresponde a 1/50 063 860 = 0,00000002 que corresponde a 0,000002%. E a chance de um falso profeta chamado Harold Camping acertar a data do Dia do Juízo de Deus é ZER0!


Mas a previsão é subjetiva, não é que o mundo vai acabar dia 21 de maio de 2011, mas que Jesus retorna ao mundo dia 21 de maio de 2011 e o mundo acabará 7 anos depois. É o que defendem os seguidores de Harold Camping, fundador da Family Radio e um dos que anunciam a volta de Jesus dia 21 de maio. Desde 2010 seus seguidores o têm ajudado a propagar essa crença através da internet e de cartazes e outdoors espalhados pelos Estados Unidos.


Seguidores largaram seus empregos e passam o dia colando cartazes e distribuindo folhetos para tentar convencer amigos e familiares que o Julgamento Final está próximo.


“Dia 21 de maio, por volta da 6 horas na Orla do Pacífico, haverá um grande terremoto em cada fuso horário, como nunca houve na história da Terra”, diz a seita. Os verdadeiros crentes em Cristo serão ‘arrebatado’. “Os demais experimentarão mais horror que o das histórias de terror”, diz a seita. “O pior de tudo isso é que não haverá mais salvação nesse momento. A Bíblia diz que 153 dias depois, todo o universo e o planeta Terra serão destruídos para sempre”, diz a seita.




A crença deles está baseada nos escritos de Camping, 89 anos, que já havia previsto o final do mundo para 6 de setembro de 1994. Quando isso não aconteceu, ele voltou a estudar as profecias. “Naquela época ainda não havia chegado às profecias de Jeremias e vi o quanto ele tinha a nos dizer sobre o final do mundo. Refazendo os cálculos ele chegou à data de 21/05/2011. Nesse dia, supostamente completa-se exatos 7 mil anos após o dilúvio.




Os seguidores da seita e seus mentores não temem que a previsão esteja errada. “Temos certeza que vai acontecer. Não há plano B”, explica Camping.


“Aposto” que dia 22 de maio irão refazer o cálculo e alimentar a mentira e loucura.


Respondendo a pergunta: Qual a chance de um falso profeta chamado Harold Camping acertar a data do Dia do Juízo?


Resposta: a mesma de eu nascer em outra vida e namorar a Angelina Jolie!

17.5.11

Still Life: uma alegoria das Vaidades da Vida Humana (Óleo sobre painel de carvalho, 1640)

clique na imagem para ampliar
Still Life: uma alegoria das Vaidades da Vida Humana de Harmen Steenwyck é um exemplo clássico do estilo holandês 'Vanitas'.


Essencialmente é uma obra religiosa. Na pintura Vanitas o espectador cuidadoso percebe a riqueza de detalhes simbólicos que leva a uma reflexão sobre as riquezas e prazeres desta vida. E com tais coisas podem se tornar um obstáculo no caminho da salvação. Tal estilo vem da citação do Livro de Eclesiastes: Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.


O simbolismo dos Objetos


Os objetos, nesse quadro foram escolhidos cuidadosamente para comunicar a Vanitas "mensagem" que se resume no Evangelho de Mateus 6:18-21: "Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões arrobam e furtam. Mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam e furtam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará o seu coração ". Cada objeto na imagem tem um significado simbólico diferente, que contribui para a mensagem global:


A Caveira






O crânio, que é o ponto focal do trabalho, é o símbolo universal da morte. O cronômetro ( relógio que se assemelha a um relógio de bolso ) e a lâmpada de óleo de ouro, que acaba de ser extinta, marcam o comprimento e a passagem fugaz de vida.




A Concha






A concha, que é um modelo altamente polido normalmente encontrados no leste da Ásia do Sul, é um símbolo de riqueza, já que apenas um colecionador rico iria possuir tal raro objeto de uma terra distante. As conchas também são usadas na arte como símbolo de nascimento e da fertilidade.




Livros e instrumentos musicais






Os livros representam o alcance do conhecimento humano, enquanto os instrumentos musicais sugerem os prazeres dos sentidos. Ambos são vistos como luxos e prazeres desta vida.




A seda e a Espada






O pano de seda roxo é um exemplo de luxo material. A seda é o melhor de todos os materiais têxteis, enquanto o corante roxo foi a cor mais cara da antiguidade.


Como um símbolo, a espada samurai japonês trabalha em dois níveis. Ela representa o poder militar e a habilidade superior. Uma arma bela e mortal.




O frasco de grés






O pote de grés, do lado direito da imagem provavelmente continha água ou óleo, ambos são elementos simbólicos que representam a vida.




A composição dos objetos






A composição da obra também amplia o significado simbólico da vida. Harmen Steenwyck utilizou as diagonais da pintura para a construção de seu arranjo. Os objetos que representam a 'vaidade da vida humana’ enchem a metade inferior do trabalho, que é dividida por uma diagonal. A ausência de forma, na metade superior representa a nossa existência espiritual. Este é um espaço vazio no qual podemos projetar nossas crenças e idéias sobre o que isso significa. Neste espaço, um feixe de luz que desce na diagonal oposta, estabelece o tom dramático da obra e, simbolicamente, sugere a ligação entre esta vida e a eternidade. Este raio também tem duas funções práticas dentro da composição: ilumina o crânio e atua como um contrapeso para o arranjo triangular de objetos na parte inferior.


Fonte: http://www.artyfactory.com/art_appreciation/still_life/steenwyck/harmen_steenwyck.htm

3.5.11

Grandes pregadores

Nunca  teremos  grandes  pregadores  até  que tenhamos  grandes teólogos. Você não pode formar um homem de guerra a partir de um pé de banana. 
C. H. Spurgeon

27.4.11

Predestinação

Para que nos livremos da predestinação teremos de manifestar disposição de rebaixar nosso Deus a um deus.
Benjamin B. Warfield

25.4.11

Jesus Cristo

Embora a paixão de nosso Salvador tenha terminado, sua compaixão não acabou. 
William Penn

24.4.11

Frases selecionadas do D. Martyn Lloyd-Jones

Um dos maiores perigos da vida espiritual é viver em função de suas próprias atividades. Em outras palavras, a atividade não está em seu devido lugar como algo que você faz, mas tornou-se algo que o leva a manter-se em movimento.
D. Martyn Lloyd-Jones


A maneira de provar a si mesmo, a maneira de provar qualquer homem, é olhar debaixo da superfície.
D. Martyn Lloyd-Jones


Minha opinião acerca de tudo o que me acontece dever ser regida por estas três coisas: a compreensão que tenho acerca de quem sou, a consciência que tenho de para onde vou, indo e o conhecimento que tenho do que me espera quando eu chegar lá.
D. Martin Lloyd-Jones


Esta é a coisa fundamental, a mais séria de todas: que estamos sempre na presença de Deus.
D. Martyn Lloyd-Jones


Deus não pára para consultar-nos.
D. Martyn Lloyd-Jones


O diabo pode dirigi-lo de forma extraordinária... Há poderes que podem simular quase todas as coisas na vida cristã.
D. Martyn Lloyd-Jones


Se fosse possível colocar o Espírito Santo num livro de farmacologia, eu o colocaria junto aos estimulantes, pois é ali que ele deve estar.
D. Martyn Lloid-Jones


Nunca nos esqueçamos de que a mensagem da Bíblia dirige-se em especial à mente, ao entendimento.
D. Martyn Lloyd-Jones


Tudo é pela graça na vida cristã, do início ao fim.
D. Martyn Lloyd-Jones


A chave para a história do mundo é o reino de Deus.
D. Martyn Lloyd-Jones


Algumas vezes penso que a própria essência de toda a posição cristã e o segredo de uma vida espiritual de êxito estão em reconhecer apenas duas coisas: preciso ter confiança completa e absoluta em Deus e nenhuma confiança em mim mesmo.
D. Martyn Lloyd-Jones


A humildade está entre as principais de todas as virtudes cristãs; ela é a marca registrada do filho de Deus.
D. Martyn Lloyd-Jones


O fato de colocar todos os cadáveres eclesiásticos em um só cemitério não provoca uma ressurreição.
D. Martyn Lloyd-Jones


A coisa mais difícil do mundo é tornar-se pobre de espírito.
D. Martyn Lloyd-Jones


Precisamos viajar menos de avião a jato, de um congresso para outro... porém de mais orações de joelhos, rogando a Deus que tenha misericórdia de nós, mais clamor a Deus para que se levante e disperse seus inimigos e se torne conhecido.
D. Martyn Lloyd-Jones


Não há nada que diga a verdade a nosso respeito como cristãos tanto quanto nossa vida de oração.
D. Martyn Lloyd-Jones


Se realmente conhecemos a Cristo como nosso Salvador, os nossos corações são quebrantados, não podem ser duros, e não podemos negar o perdão.
D. Martyn Lloyd-Jones


Para mim, a obra de pregar é o mais elevado, o maior e o mais glorioso chamado que alguém pode receber.
D. Martyn Lloyd-Jones


O homem só deve entrar no ministério cristão se não conseguir ficar fora dele.
D. Martyn Lloyd-Jones


Certamente a essência da sabedoria está em, antes de começarmos a agir ou de tentar agradar a Deus, descobrir o que Deus tem a dizer sobre o assunto. 
 D. Martyn Lloyd-Jones


O problema de grande parte do ensino sobre santidade é que ele deixa de fora o Sermão da Montanha e nos pede que experimentemos a santificação. Esse não é o método bíblico.
D. Martyn Lloyd-Jones


O desviado é um homem que, por causa da relação que teve com Deus, nunca pode desfrutar bem qualquer outra coisa.
D. Martyn Lloyd-Jones

31.3.11

A IURD é Seita! - Igreja Universal do Reino de Deus



A IURD pratica a simonia [1], defende o aborto, crê em possessão demoníaca em crentes, pratica a exploração financeira dos seguidores, pratica animismo [2] (que eles chamam de ponto de contato com a fé), são sincretistas com o baixo espiritismo, fazem “teatro” com demônios, invocam demônios, pregam a maldição hereditária, o templo de Salomão é uma aberração teológica, o MP acusa de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. A Igreja Universal do Reino de Deus deveria se chamar SEITA UNIVERSAL DO REINO DE dEUS - SURD.




Quais são as marcas de uma Igreja verdadeira?: Pregação fiel da Palavra, ministração correta do batismo e Ceia e Disciplina bíblica.




Pelo que sei a IURD batiza qualquer um que queira (sem exame), não há catecúmenos em suas fileiras.




Pelo que sei a IURD não prega a Palavra de Deus, mas faz uso das Escrituras para apoiar suas doutrinas sem o menor respeito pela boa interpretação.




Análise interessante:




A Teologia é centrada em dois eixos: a troca entre oferta e bênção e os descarregos das entidades espirituais negativas, e só. [...] minha conclusão serena é que a Igreja Universal do Reino de Deus não é uma Igreja protestante ou evangélica, por não ter nenhuma relação teológica, confessional ou ética com qualquer das expressões da Reforma, mas se constitui em uma seita para-protestante (muito menos protestante do que a Congregação Cristã no Brasil), porém não uma seita para-cristã como as Testemunhas de Jeová, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, os Mórmons ou a Ciência Cristã.
[...]
Não é uma igreja pentecostal, e não deve ser chamada de neo-pentecostal, porque além dos pentecostais serem protestantes, não há qualquer semelhança entre os dois grupos, antes posições até antagônicas. Daí o uso da expressão pós-pentecostalismo ( Paulo Siepierski), iso-pentecostalismo (sociólogos argentinos) e pseudo-pentecostalismo (Washington Franco).
Dom Robinson Cavalcanti - Igreja Anglicana.




Veja também:




RELATÓRIO (1997) DA COMISÃO PERMANENTE DE DOUTRINA DA IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL SOBRE A IURD: http://pt.scribd.com/doc/6743423/Igreja-Universal-Do-Reino-de-Deus-Sua-Teologia-e




RELATÓRIO DE 2007: http://www.executivaipb.com.br/arquivos/IURD-2007.pdf




Em 2010 a IPB mudou sua opinião e teve uma postura mais firme: O Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) classificou em assembléia as Igrejas Universal do Reino de Deus e Mundial do Poder de Deus como seitas. A reunião ordinária contou com a presença de 1,1 mil deputados, representando 292 presbitérios. --http://www.executivaipb.com.br/Atas_CE_SC/SC/SC%202010/doc31_244.pdf




RESOLUÇÃO XIX – Quanto ao documento 244: O SC/IPB-2010
RESOLVE: 1) com base no Relatório da Comissão Especial (CE-2007),
determinada pela Resolução SC/IPB-2006-006, enquadrar a Igreja
Universal do Reino de Deus (IURD) como seita; 2) com base na resolu-
ção do SC/IPB-2006-006, que reafirma a posição do SC/IPB-1998-117 e no relatório especial CE-2007, determinar que os membros oriundos da IURD deverão ser aceitos mediante batismo e profissão de fé.




[1] Simonia
sf (baixo-lat simonia, de Simone, np+ia1) 1 Ato de comprar ou vender bens espirituais, coisas que deles dependem ou que estão a eles ligadas; por alusão ao personagem bíblico Simão, o Mago, que quis comprar aos apóstolos o dom do milagre. 2 Equiparação de bem espiritual a valores materiais. 3 Negócio com objetos sagrados. 4 Tráfico de bens espirituais. 5 Obtenção ou cessão de benefício ou prebendas eclesiásticas por meio de peita, suborno ou munificência.




[2] Animismo
sm (lat anima+ismo) 1 Doutrina dos que consideram a alma como princípio ou causa de todos os fenômenos vitais (normais ou patológicos). 2 Idéia que consiste em dar alma a coisas inanimadas: Animismo infantil. 3 Crença dos povos que supunham existirem espíritos em todos os seres da Natureza.




http://michaelis.uol.com.br/

27.3.11

Religião


A religião de algumas pessoas é exatamente como uma perna de madeira. Não tem calor nem vida e, embora ajude a claudicar por aí, nunca se torna parte do homem e precisa ser colocada todas as manhãs.


Anônimo

26.3.11

Dois objetivos em mente

Saio para pregar com dois objetivos em mente. Primeiro, que todas as pessoas deem sua vida a Cristo. Segundo, quer ninguém mais lhe entregue a vida ou não, estarei entregando-lhe a minha.


Jonathan Edwards

24.3.11

O que você é em casa será em qualquer outro lugar


Um teste severo para a essência da natureza do homem é como ele é visto pelos membros de sua própria família.
Maldwyn Edwards






Pode ser um bom cristão aquele que gasta sua religião lá fora e não reserva nada para seus relacionamentos mais íntimos no lar...?
William Gurnall






Nenhum culto a Deus tem valor, se entra em contradição com a vida no lar.
G. Campbell Morgan






A marca registrada de um hipócrita é ser cristão em todo lugar, menos em casa.
Robert Murray M'Cheyne








Nenhum homem tem o direito de levantar-se e pregar, se seu lar não estiver alinhado com a palavra de Deus.
Stephen Olford






Se servimos à igreja ou ao Senhor, à custa de nosso dever para com nossos entes queridos e de nossas responsabilidades para com nosso lar, algo está errado no equilíbrio de nossa vida cristã.
Alan Redpath






O melhor teste para um homem santificado está naquilo que sua família diz sobre ele.
C. T. Studd




O lar é um teste importante para o caráter. O que você é em casa será em qualquer outro lugar, quer o demonstre, quer não.
Thomas Dewitt Talmage

23.3.11

Resultado da última enquete



Boa parte dos que votaram que "ficará pior" crê no arrebatamento secreto.


Para saber mais aqui: http://www.monergismo.com/textos/escatologia_reformada/arrebatamentosecreto_samuel.htm


25 textos aqui: http://www.monergismo.net.br/?secao=dispensacionalismo

Andarei de acordo com a luz que Deus me tem dado


Nas coisas em que todo o povo de Deus concorda gastarei meu zelo; quanto às outras coisas acerca das quais muitos divergem, andarei de acordo com a luz que Deus me tem dado, e creio com todo amor que os outros farão o mesmo. 
Phillip Henry 

19.3.11

Teologia Bíblica da Contextualização


Teologia Bíblica da Contextualização
Ronaldo Lidório


1. A Palavra é supracultural e a-temporal, portanto viável e comunicável para todos os homens, em todas as culturas, em todas as gerações. Cremos, assim, que a Palavra define o homem e não o contrário.


2. Contextualizar o Evangelho não é reescrevê-lo ou moldá-lo à luz da Antropologia, mas sim traduzi-lo lingüística e culturalmente para um cenário distinto a fim de que todo homem compreenda o Cristo histórico e bíblico.


3. Apresentar Cristo é a finalidade maior da contextualização. A Igreja deve evitar que Jesus Cristo seja apresentado apenas como uma resposta para as perguntas que os missionários fazem – uma solução apenas para um segmento, ou uma mensagem alienígena para o povo alvo.


http://www.monergismo.com/textos/missoes/teologia-biblica-contextualizacao_lidorio.pdf

18.3.11

Nascido para ser Calvinista

Uma das alegações da Igreja Católica Romana é que somente ela é verdadeira, pois resistiu e sobreviveu ao Império Romano, aos muçulmanos, aos bárbaros, aos cismas, ao facismo, ao comunismo e ateísmo. Se essa alegação é válida o PROTESTANTISMO é mais que verdadeiro, pois resistiu e sobreviveu a Igreja Católica Romana.